Universo Prático Feminino Facebook Twitter Google + Youtube Pinterest Início Sobre Anuncie Contato

domingo, 11 de janeiro de 2015

Porque ser diferente incomoda as pessoas?

Porque ser diferente incomoda as pessoas?


Não estamos mais no século 19 e nem no 20, onde a sociedade em si ditava as regras, seu comportamento, nada podia fazer de diferente, senão era excluída por puro preconceito das pessoas, afinal não está seguindo como manda o figurino, não é?
Ridículo é a palavra que ainda define atualmente, porque apesar de ter quebrado vários tabus, esse preconceito ainda existe, pelo fato de não poder viver a vida como querem, fazer ou ser diferente.
Me inspirei na blogueira Rah Saldanha para fazer esse post, no qual ela conta que sofre um pouco de preconceito, mas ela tem a personalidade dela, se gosta e eu a admiro! 
Muitas de nós deixamos de vestir, usar ou fazer algo por causa dos outros, o que vão pensar, vai chamar atenção, e quando as pessoas olham  medindo-nos, colocamos na cabeça: "nunca mais uso esse vestido, nunca mais faço isso ou aquilo"... 

O fato é que não pode fazer uma tatuagem, pintar os cabelos de roxo, rosa, azul... Ter um estilo que já é alvo de preconceito, olhos tortos, como se você fosse uma estranha vindo de outro mundo. Gente por favor!
Aí onde perguntam; mas isso é estilo? E eu também pergunto: onde está o seu respeito? Isso é preconceito?
Bom gente, tudo nessa vida, por mais simples que seja, as pessoas adoram comentar, julgar, afirmar quando nem sabem o que estão falando. Vamos quebrar também os padrões da beleza e se auto aceitar do jeito que é!

O respeito tem que existir em todo lugar, em toda a tribo, já pensou se todos fossem iguais? Tem graça?
Claro que se eu ver uma gótica na rua vai chamar minha atenção, agora quem somos nós para julgar?
Já tive uma amiga gótica sim e super gente boa! O caráter não define o que ela veste.


No trabalho, a tatuagem e cabelos coloridos são completamente restrito, tudo tem que ser mais discreto, mas no fundo nada vai atrapalhar na produtividade, o que é mais importante.
Eu admiro pessoas que tem a mente aberta, fazem o que gosta sem pedir opinião alheia que é o que devemos fazer, eu não sei se teria coragem de fazer uma tatuagem, da mesma forma que já vi gente falar que não colocaria um batom vermelho na boca pelo mesmo motivo.

Em outros países como, Inglaterra e Japão, você vê cada pessoa diferente e lá eles encaram numa boa, ao contrário de brasileiros certinhos preconceituosos. Tem gente que parou no tempo.
O mundo "evoluiu" e cada um se veste de uma maneira, temos tantas opções do que queremos para nós, porque rotular as pessoas pelo que você as vê, se nem ao menos conhece?

Temos que pensar em nós em primeiro lugar e não nos outros, o legal é se aceitar como é e ninguém tem nada à ver com isso, ser diferente não é motivo de incômodo, é afirmar ter preconceito!
As pessoas tem que viver mais as vidas delas e parar de prestar atenção, criticar a vida ou o jeito do outro. Se ficarmos pensando no que os outros vão falar, não viveremos, não fazemos nada, então esquece!
Assumir sua personalidade é um ato de coragem no qual eu bato palmas.

E você? Quero saber a sua opinião!
Créditos: aqui

Não se esqueçam de participar da pesquisa de público hen? Se você leu esse post, não custará nada responder apenas algumas perguntas: Pesquisa de Público
Gostou do blog? então compartilhe! siga! Visite as redes sociais do blog:
           Twitter  -  Facebook  -  Google Plus  -  Instagram  -   Youtube

27 comentários:

  1. Adorei a postagem e concordo com muito coisa... faço um curso de ADM e meio que pediram para eu tirar meu cabelo -- que nem era todo ele e sim apenas a frente -- azul, na boa eu acho que cabelo não define nada em você, muito menos sua produtividade, eu tinha cabelo azul e mesmo assim era uma das melhores alunas, sempre com notas altas, eu não tirei o azul tão cedo assim -- fiquei uns seis meses com bluehair -- mas acho que demonstrei atitude em continuar até eu enjoar, pois sei que muitas alunas -- até mesmo minhas amigas -- iriam arcar com a ordem e voltar com a cor natural com medo de ser prejudicada na nota.
    Acho que rótulos algo muito idiota e preconceituoso, uma vez quando eu ainda tinha #BlueHair, acharam que eu era lésbica, tudo por causa do filme "Azul é a cor mais quente", nossa esse foi de doer na alma, cabelo definindo opção sexual de uma pessoa? -.-
    Pessoalmente acredito que tem um estilo mais diferente, seja no cabelo, no estilo de se vestir, as músicas que ouve... são pessoas com mais personalidade e não mariavaicaszotra
    Bom melhor parar antes que eu comentário vire um post hahaha '-'

    1rremediablemente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Lari, seja bem vinda, adorei sua participação e que bom que gostou do post.
    Impressionante como as pessoas vão além, não basta olhar estranho, tem que falar que tal fulana do cabelo vermelho fogo, é drogada, a do cabelo azul é lésbica (como foi o seu caso, extremamente ridículo o que falaram), concordo com você e o que aconteceu, sinceramente ridículo, o mais importante é o caráter da pessoa, parecem que preferem rotular pela aparência, do que conhecer direito, aparência sempre contou perante a sociedade(preconceituosa), mas isso não define quem você é, o que mais conta! Volte sempre linda!

    ResponderExcluir
  3. Manina das pessoas quererem impor uma qualidade ou jeito para uma pessoa seguir né? Isso é frustante, horrível, se fosse assim teríamos que virar robos rs... todo mundo igual. Ah vá, dá não! rs.. adorei o texto!
    Beijos!

    www.cuidadosevaidades.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Cristina! Pois é, cada um tem sua vida e vive ou veste a sua maneira, não tem nem porque ficar comentando ou exigindo mudança dos outros, não é da conta de ninguém, falta as pessoas que agem assim, tomar vergonha na cara e perceber o quanto baixas e preconceituosas estão sendo! Valeu pelo comentário linda!

    ResponderExcluir
  5. As pessoas guiam-se pelo que é mais 'usual' e acreditam que isso é o que está bem.
    Acontece isso em relação ao estilo, aos gostos musicais (passa na rádio é bom)...e até em relação à religião. As pessoas preferem achar que é correcto aquilo que é mais usual no meio em que estão envolvidos. Porque é mais fácil assumir que é assim e pronto, do que parar e reflectir sobre as coisas...
    Acho que se gostamos de alguma coisa, nomeadamente de cor de rosa no cabelo, devemos usar. Mas cientes de que vamos ser olhados de lado por alguns, rotuladas por quase todos, porque são assim as mentalidades. Por mais pequena que a diferença seja
    Beijocas*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo Vanessa! Infelizmente esse tabu vai ser difícil ser quebrado, pois muita gente te rotula pelo mísero defeito ou algo diferente e bem pequeno como falou, aguentar as consequências de assumir uma personalidade, é o que as torna mais corajosas e fortes!

      Excluir
    2. É verdade, não podemos deixar que isso nos deite abaixo ou que nos desmoralize de fazer o que queremos/gostamos :D

      Excluir
  6. Sempre falo para as pessoas que ela tem que ser ela mesma, assumir sua personalidade e estilo. Se quer usar batom vermelho usa, se quer pintar o cabelo de verde pinta e pare de pensar nos outros, cansada desta sociedade hipócrita em que nos vivemos sem liberdade de expressão e vazia. Parabéns pelo texto.

    Beijos
    http://pimentasdeacucar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também estou cansada de rotulagem, às vezes até por motivo banal, muita gente tem que se olhar no espelho antes de criticar e deixá-las em paz, outras, realmente se é isso que elas querem, como disse no texto, você em primeiro lugar. O ruim é quando te desfaz, o tratamento de um não é o mesmo do outro. Que bom que gostou, obrigada pelo comentário linda!

      Excluir
  7. Olá Sabrina. Bom Dia.

    Sou do tipo de pessoa que tenho o meu próprio estilo e não ligo para o que as pessoas vão achar. Tenho tatuagem e não é pequena em um local que sempre sonhei em ter que é acima do colo e ombro, já tive cabelo azul e dread look e nem por isso os meus chefes me mandaram embora ou falaram algo a respeito. Eles sempre gostaram. :) E olha que não sou nenhuma adolescente quando fiz tudo isso no cabelo. hahaha xD
    Gostei do post!

    Beijos, estou te seguindo.

    www.purestyle.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Fernanda! Isso é o que eu chamo de ser ético, respeito acima de tudo! Bom seria se todos fossem assim!
      Parabéns linda, é isso aí! E obrigada por me seguir, volte sempre!

      Excluir
  8. Acredito que o motivo de incomodar tantos as pessoas quando alguém é diferente é porque algumas não tem coragem de ser quem elas são de verdade, não tem coragem de fazer algo diferente por causa da sociedade. Amei o post.
    Beijos
    Dezesseis de Volta | Fan Page

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você Dani! Tem isso também! Preferem colocar os outros acima de si próprio! está na hora de quebrar essa regra! Beijos e volte sempre!

      Excluir
  9. AMEI o post!

    Concordo plenamente com você. Infelizmente quando se sai fora do que as pessoas costumam ver elas te julgam, riem... Eu mesma sofro DEMAIS com isso desde pequena, mas sinceramente já foi minha época de ficar brava ou chateada com isso, na minha opinião o que acontece com essas pessoas só pode ser duas coisas: Inveja, ou vontade de fazer igual e ter medo de ser julgada.
    Acredito que quem ri dos outros não está feliz consigo mesmo e precise pisar em alguem para se sentir melhor.
    Espero realmente que a sociedade mude... Com tanto que você não faça mal ao outro, qual é o mal em ser você mesmo? seja diferente como for.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo Jacqueline, tem muita gente que aparenta ser o que não é, dão rosadas, se mostram ser melhores que as outras quando na verdade é ter pena de gente assim, infeliz com a vida medíocre e desconta nos outros.
      Eu não acredito que a sociedade melhore não, e esse "padrão de beleza" que eles impõe tá longe de ser quebrado, pode ser que aos poucos a galera mude, assim como é o caso de preconceito racial.

      Excluir
  10. Eu acho que as pessoas que criticam e se incomodam com isso , é por que não tem coragem , e nem personalidade , pra ser assim , eu amo tatuagem , no começo fiquei com medo de fazer e as pessoas criticarem hj quando alguem fala alguma coisa dou risada

    www.espelhoamigoblog.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo Emilaine, existem muitas justificativas que se for ver é verdade e um absurdo!
      É o melhor que você faz, rir, porque você está em primeiro lugar!

      Excluir
  11. Certa vez, eu trabalhava numa empresa pública e uma garota que havia passado no concurso para o cargo de atendente era cheia de tatuagens e piercings. Numa reunião de integração, os "chefes" cogitaram a possibilidade de inserir a moça em outro setor por conta da sua "imagem". Ela não gostou muito, mas por ser nova não questionou. Porém, eu (como assistente social que sou de formação), me pronunciei e disse que não seria justo uma vez que o concurso que ela havia feito é para essa função. Os chefes não gostaram da minha manifestação mas os convenci dizendo que pessoas com o mesmo estilo iriam sentir-se muito melhor em ser atendidos por ela do que por outra pessoa. Falei ainda que estariam infringindo um dos direitos humanos que é o DIREITO DE EXPRESSÃO. Aceitaram, a contra gosto, mas a partir disso, eu fui vista como a "ovelha negra" do setor... hahahah
    Faziam piadinhas comigo me chamando de "Defensora das Minorias". Nem me importei!
    Sou a favor de quem tem a coragem de ser o que quer e ignora as críticas destrutivas. E por fim, eu e ela criamos um laço de amizade que dura até hoje.
    Adorei o Blog e o post. Já estou participando.
    Deixo o convite para visitar e participar do meu blog no link abaixo:
    http://passeidosquarentaedai.blogspot.com.br/

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns Dalva! Boa atitude que você teve, muitos preferiam ficar calados ou ser preconceituosos, não é certo o que tentaram fazer com a garota por causa de seu estilo.
      Bacana mesmo, que bom que gostou, volte sempre!

      Excluir
  12. Poxa, esse texto é uma maravilha! Eu não costumo me em comodar com as pessoas, finjo que nem ligo .
    http://umagotinhadeestilo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Valeu Paloma! Volte sempre linda e obrigada pela participação!

    ResponderExcluir
  14. Oi Sabrina,

    Amei seu texto! Concordo com cada palavra e realmente devemos respeitar as diferentes personalidades e imagens de cada um, pois quem somos nós para julgar?

    Bjinho
    Carol
    http://www.falandotudoeumpoucomais.com/

    ResponderExcluir
  15. Oi Carol! É verdade! O que mais as pessoas fazem é perder seu tempo julgando os outros se nem ao menos conhecer direito!
    Bom te ver aqui! Obrigada pela participação!

    ResponderExcluir
  16. Nossa, adorei o texto, super concordo com você! Devemos ser quem queremos e não o que as pessoas querem, e também temos que respeitar as pessoas para sermos respeitados! Beijos
    http://www.blogmeninaousada.com/

    ResponderExcluir
  17. Obrigada Walkyria, seja bem vinda! è isso aí! Respeito em primeiro lugar!

    ResponderExcluir
  18. Ter cabelo cacheado também é outro tabu, eu assumi os meus a pouco tempo e as pessoas discriminam o volume associam a baixo status. A mesma coisa é o modo de me vestir tido para muitos como muito largado.

    ResponderExcluir
  19. Tem isso também Graziela! Infelizmente as pessoas se acham no direito de falar como se vestir e se arrumar...

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita, sua opinião é muito importante para mim!

PS: Comentários com divulgações de sorteios e pedidos para seguir, não serão aceitos! Volte sempre! : )

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...